O papel do Estado no desenvolvimento do desporto
31 Jul 2013

O papel do Estado no desenvolvimento do desporto

[su_spacer]

Nos últimos anos, os fundamentos e conceitos do desporto têm sofrido em todo o mundo modificações substanciais alterando o seu papel social, cujas bases eram basicamente a atividade de lazer ou simples competição, passando a ter uma importância económica, constituindo-se num veiculo privilegiado para a inclusão social e para a redução de problemas ligados à saúde e à educação.

É este novo quadro do desporto universal, que requer um novo entendimento e participação permanente dos Estados que, do ponto de vista dos estudiosos desta matéria, sugerem a permanente associação do desporto com outros aspetos, nomeadamente a visão do desporto como um fenómeno social plural, que abrange várias manifestações em que o movimento humano está presente, com vários objetivos, eliminando o estigma de uma visão singular de que o desporto é uma manifestação fechada e restrita a pessoas particularmente dotadas.

Acresce à visão do desporto, os fatores de natureza tecnológica, de grande exigência na atividade profissional dos atletas, do comércio e do negócio, atualmente com significativo peso na economia dos Estados.

Do meu ponto de vista, e no que ao desporto cabo-verdiano diz respeito, sem colocar em causa os grandes objetivos do alto rendimento, este deve privilegiar primeiramente a prática desportiva de aprendizagem de forma abrangente, considerando os fatores sociais, desporto/educação, desporto/participação e finalmente desporto/performance.

De acordo com o Plano Nacional do Desporto, parece-me também ser objetivo do Estado consolidar a atividade desportiva, orientando privilegiadamente o desporto escolar e as iniciativas privadas através das associações desportivas, sendo seguro que estas iniciativas quando conjugadas com a experiência dos setores público e privado, ajudarão a prevenir doenças, a evitar a evasão escolar, o uso de drogas e a criminalidade, a aumentar a autoestima, a cooperação, a solidariedade e a inclusão social.

Não gostaria de terminar sem deixar uma palavra de apreço ao desporto para deficientes e solicitar uma atenção especial por parte de toda a sociedade cabo-verdiana, demonstrando também nesta matéria a sua capacidade de valorização e inclusão.


Nós Genti

Comentários

  1. Agostinho Filipe Diz: Janeiro 8, 2014 at 5:20 pm

    Chefe, parabéns, bela visão, a NOS GENTI consegue transformar as coisas mais insignificantes em soluções sociais e de facto o desporto é um dos poucos instrumentos de unidade universal.

  2. Boas Mano, Valeu é assim que se trabalha com cabeça tronco e membros, força na senda do progresso para o desenvolvimento dos jovens. Uma abraço do mano; GENY.

  3. kézia Ramos Lopes Diz: Janeiro 5, 2014 at 9:45 pm

    É confortante termos um veículo que nos leve a realidade do que é nosso,do que representou a vida dos nossos antepassados e que hoje é de grande valia para o nosso conhecimento.NOS GENTI

Os comentários estão fechados.