João Fortes – Uma vida dedicada ao artesanato nacional
16 Jun 2012

João Fortes – Uma vida dedicada ao artesanato nacional

O mestre João Fortes, formado no âmbito da intervenção no artesanato cabo-verdiano, entrou para o Centro Nacional de Artesanato (CNA) como artista plástico há mais de 30 anos. Com o lema “não deixar morrer a tecelagem tradicional“, participou no primeiro programa de formação lecionado pelo Centro, ao nível da tecelagem tradicional, da tapeçaria e do batique. Considera os conhecimentos transmitidos pelos mestres Bela Duarte, Luísa Queirós e Manuel Figueira, membros fundadores do CNA, como fundamentais para o seu percurso, quer ao nível técnico, quer como formador.

Tecelagem João FortesÉ o elemento mais antigo do Centro Nacional de Artesanato e Design. Já viu o espaço que ajudou a formar mudar de nome duas vezes. Considera-se um artista artesão, pois como apaixonado pela pintura, consegue interligar de forma exemplar as duas expressões artísticas.

Com uma carreira internacional ao nível das artes plásticas, João Fortes continua a trabalhar em prol do artesanato nacional, nomeadamente na formação profissional. Sente-se um homem orgulhoso por muitos dos seus alunos, alguns deles já consagrados, terem atualmente os seus próprios estúdios. O seu grande objetivo é continuar o trabalho desenvolvido, por forma a engrandecer, cada vez mais, a cultura cabo-verdiana e o seu artesanato tradicional.


visioncast