Fazedores da história
23 Mai 2014

Fazedores da história

Queria dedicar o editorial da primeira edição de 2014 da revista Nós Genti a um grande homem, Nelson Mandela. Quero fazê-lo através de uma simples, mas pertinente questão e para a qual procurei algumas elucidativas respostas: São todos os homens que fazem a história ou somente alguns homens especiais que a constroem?

Após ler algumas opiniões vindas dos mais diversos quadrantes da sociedade, concluí que a história pode ser escrita e reescrita por cada um de nós. Cada pessoa cria a sua própria história. Por vezes, esta história assume apenas importância e significado ao nível pessoal, outras vezes assume dimensões que abrangem comunidades locais, cidades e até mesmo Estados.

Quantos de nós conhecem as histórias dos seus pais, avós e antepassados mais antigos?  Essas pessoas foram, de alguma forma, importantes para cada um de nós, pois fazem parte da nossa história pessoal. Algumas até, tiveram um poder de influência tão grande que acabaram por se destacar e entrar para a história da humanidade, umas vezes pelo bem, outras pelo mal que praticaram.

Da história de Nelson Mandela já muito se falou e escreveu, no entanto, ela não se esgotou por na verdade, Madiba não fez a sua história. O que é importante reter é que a sua história foi feita por aqueles a quem ele prezava e defendia, cultivando o bem e fazendo a diferença na vida das pessoas que tocava, com um espírito plural, universal, solidário, de equidade e justiça. Não se resumiu a defender a justiça da cor, mas sim a justiça entre os homens. Entra certamente para a história como o homem que optou pela paz dos espíritos, particularmente do seu povo e, de forma universal, deu o exemplo de que é possível viver e conviver na diferença.

Na verdade, o que retenho do ensinamento de Nelson Mandela é que, é a nós que nos cabe fazer a história, dando-lhe um final feliz, transcendendo as agruras e vicissitudes que a nossa própria história nos reserva.

Rendo aqui a minha humilde homenagem com um dos seus pensamentos de sapiência e que para sempre o imortalizarão na história: “Nascemos para manifestar a glória do Universo que está dentro de nós. Não apenas em um de nós: está em todos nós. E conforme deixamos a própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo. E conforme nos libertamos do nosso medo, nossa presença, automaticamente, liberta os outros”.

Luís Neves
Diretor


Nós Genti

Comentários

  1. Fernando Santos Diz: Dezembro 2, 2014 at 6:27 pm

    Olá Srº Luis Neves!
    espero que tenha tido boa viagem.
    Olha sou o Fernando santos da Pensão Bela Sombra em S. Nicolau, a pessoa quem vos deu os contatos aqui!
    PRECISO FALAR CONTIGO COM MUITA URGENCIA!
    O meu contato é:9945969
    fsantos57@hotmail.com
    Aguardo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code