Artes


Autoemprego — Solução para os níveis de desemprego nacional
09 Ago 2016

Autoemprego — Solução para os níveis de desemprego nacional

Arlete Monteiro é uma dona de casa diligente. A lide doméstica e o acompanhamento escolar dos seus dois filhos ocupam-lhe grande parte do tempo. Em dias de mar revolto, o seu marido, pescador de profissão, nem sempre consegue angariar o sustento familiar, por isso, Arlete empenhou-se em aprender um dos ofícios mais reconhecidos da Ilha Brava: os bordados. Atualmente, as suas peças são já uma referência em toda a ilha, havendo quem as compre para oferecer além-mar, principalmente nos Estados Unidos da América.


Ateliê de Bordados — Incentivar e potenciar o artesanato local
09 Ago 2016

Ateliê de Bordados — Incentivar e potenciar o artesanato local

As rendas e bordados são uma das principais atrações do artesanato tradicional da Ilha Brava. Como forma de incentivar e promover esta atividade, a Câmara Municipal construiu, no centro da cidade de Nova Sintra, um ateliê de artes e ofícios. Divulgar os trabalhos produzidos e motivar o interesse de novas artesãs é, para já, o grande objetivo deste espaço.


Unir os artesãos da Brava na criação de riqueza para Cabo Verde
09 Ago 2016

Unir os artesãos da Brava na criação de riqueza para Cabo Verde

Silas dos Santos nasceu na Ilha Brava a 6 de maio de 1977. Consequência de uma personalidade rebelde, a infância do jovem Silas foi algo conturbada. Com 18 anos de idade foi cumprir o serviço militar na Ilha de São Vicente onde, pela primeira vez, descobre o gosto pelo artesanato. Desde então, tem feito da sua arte a sua forma de vida. Tem, nos últimos anos, percorrido a maior parte das ilhas do arquipélago promovendo e divulgando as peças que produz. Recentemente, regressou à sua ilha natal para tentar algo novo: criar a Casa da Cultura onde espera associar as suas obras ao outro artesanato produzido na Brava.


Arménio Vieira — Ensaio sobre um hipotético romance autobiográfico
29 Jul 2016

Arménio Vieira — Ensaio sobre um hipotético romance autobiográfico

Arménio Vieira é uma das vozes mais expressivas e imaginativas de Cabo Verde. O seu talento literário firmou-se na poesia, no entanto, foi na prosa que ficou mundialmente famoso quando, em 2009, foi distinguido com o Prémio Camões, um dos mais altos galardões da literatura portuguesa. Esta entrevista, contada na primeira pessoa, relata apenas uma fração do percurso de vida deste ilustre cabo-verdiano. Os estudos na Cidade da Praia e em São Vicente, o serviço militar em Portugal, as noites de Angola e as paixões incontroladas, são-nos descritos em tom irónico e efusivamente satírico. Os preâmbulos e bastidores do Prémio Camões e as deambulações sobre os grandes acontecimentos globais contemporâneos são, na voz do escritor, narrados com mestria e sedução. O seu discurso metafórico e universalista recorre frequentemente à história universal na transmissão dos seus pensamentos, o que lhe confere uma autenticidade irrevogável e castradora de argumentos e teses alheias.


Ferro Gaita — Os embaixadores do funaná
29 Jul 2016

Ferro Gaita — Os embaixadores do funaná

Os Ferro Gaita nasceram em 1996. Vivia-se na altura o renascer do funaná tradicional, em que os instrumentos eletrónicos que fizeram furor nos anos 80 começam a dar lugar aos tradicionais, num regresso às origens. Da reunião da “gaita” com o ferrinho, devidamente condimentado com a bateria e o baixo, assiste-se a uma explosão do funaná que, liderado pelo grupo Ferro Gaita, atinge patamares de...

Ler Mais


Corsino Fortes – “O segredo do sucesso dos cabo-verdianos é o sentido universalista que têm do mundo”
25 Jul 2015

Corsino Fortes – “O segredo do sucesso dos cabo-verdianos é o sentido universalista que têm do mundo”

Hoje é um dia triste para Cabo Verde. Partiu Corsino Fortes, um vulto da cultura, da liberdade e da justiça nacional.A revista Nós Genti presta-lhe uma sentida homenagem através da partilha da entrevista que nos deu na Edição 12 em Outubro de 2014. Nesta entrevista, Corsino Fortes leva-nos numa viagem pela sua vida, pelos bastidores da diplomacia, pelas primeiras reformas do setor da justiça, pelo...

Ler Mais


Nela Barbosa – Homenagear a vida recriando novas realidades
04 Abr 2015

Nela Barbosa – Homenagear a vida recriando novas realidades

Manuela Brazão Barbosa nasceu a 23 de dezembro de 1973 em Pedra Badejo, concelho de Santa Cruz, na Ilha de Santiago. O rigor e pormenorização das suas pinturas fazem dela uma pintora de excelência. Já expôs em vários países da Europa e África e nos Estados Unidos da América. Os trabalhos plásticos da artista são uma homenagem à criação dentro de um espaço-tempo de paixão...

Ler Mais


Juary Livramento – Preservar as raízes da música de Cabo Verde
08 Mai 2014

Juary Livramento – Preservar as raízes da música de Cabo Verde

[su_spacer] Sente-se com o dever de manter acesa a música tradicional da sua terra, e a morna, essa expressão cultural que orgulha todos os cabo-verdianos, foi o género musical de eleição. Como boavistense e cabo-verdiano, o jovem Juary Livramento tem a morna e os ritmos tradicionais de Cabo Verde no coração. Dono de uma voz profunda e melodiosa, sente o peso da responsabilidade quando muitos...

Ler Mais


Cíntia Lima  – Fotografar sensações, conquistar emoções.
07 Mai 2014

Cíntia Lima – Fotografar sensações, conquistar emoções.

[su_spacer] Nasceu em Portugal, mas ainda muito jovem veio para Cabo Verde, a terra dos seus pais. Cíntia Lima é licenciada em Educação Social com uma pós-graduação em Prevenção da Violência de Género, uma área que a apaixona. Após concluir o seu curso na cidade do Porto, no Norte de Portugal, Cíntia tentou entrar no mercado de trabalho português, mas sem resultados imediatos. O facto...

Ler Mais


Luísa Mosso – Manter viva a tradição da olaria da Boa Vista
07 Mai 2014

Luísa Mosso – Manter viva a tradição da olaria da Boa Vista

Luísa Mosso começou a trabalhar o barro com apenas nove anos de idade. Ajudava a mãe, Dª Gracilda Ramos Mosso, conhecida em Rabil por Juvina. O processo de transformar o tosco barro em peças habilmente moldadas cativou-a ao ponto de se ter dedicado, quase em exclusivo, a esta atividade. Atualmente à frente da Escola de Olaria de Rabil, Luísa Mosso tem orgulho no trabalho que...

Ler Mais



Page 1 of 3123